Coxa e Operário empatam e garantem classificação

(Foto: Reprodução/Facebook) - Coxa e Operário empatam e garantem classificação
(Foto: Reprodução/Facebook)

O Operário recebeu o Coritiba na tarde deste domingo (10), no Estádio Germano Krüger, pela sexta e última rodada da Taça Barcímio Sicupira, em Ponta Grossa. Ambos os clubes entraram em campo como vice-líderes de seus grupos e, para garantir a passagem para a semifinal sem depender de ninguém, precisavam vencer. O resultado, porém, ficou no meio-termo: 2 a 2.

Mesmo assim, em uma combinação de resultados, os dois clubes terminaram a rodada no mesmo lugar – como vice-líderes – e carimbaram o passaporte para a final da Taça Barcímio Sicupira. O Coxa enfrenta o FC Cascavel no próximo domingo (17), no Estádio Olímpico Regional, em partida única. Já o Operário enfrenta o Toledo, no mesmo dia e horário. 

Coxa abre, mas sofre virada

A primeira etapa começou já com boa chance para os visitantes aos 6’, após o estreante Rodrigão ganhar da zaga do Operário e bater forte no gol, para defesa de Simão. Três minutos depois, Iago Dias fez boa jogada pela esquerda e encontrou Rodrigão bem posicionado, que finalizou e abriu o placar para o Coxa em sua primeira partida com a camisa do clube.

O duelo seguiu truncado e, aos poucos, o Fantasma começou a crescer na partida e ficou com a posse de bola quando, aos 35’, Allan Viera cruzou nos pés de Chicão. Sozinho, o volante aproveitou a falha da zaga alviverde e bateu para o gol, igualando o placar. O Coxa tentou reagir e, aos 46’, quase viu o jogo virar: Rafinha foi lançado e, em um bate-rebate com o Wilson, aproveitou que o goleiro estava fora da área, driblou e chutou no gol. A bola, porém, espirrou na trave e voltou para as mãos de Wilson.

Ainda nos acréscimos, em boa jogada de Pedrinho aos 51’, Schumacher foi acionado e tocou por cima de Wilson, encobrindo o goleiro e virando o placar para os donos da casa.  

Coritiba empata e clubes garantem classificação

Em desvantagem, o Coritiba chegou com perigo logo aos 3’, após cobrança de falta de João Vitor, que passou pertinho da trave direita de Simão. Superior em campo, o time alviverde voltou a balançar a rede aos 8’: Giovanni cobrou falta na área, a bola explodiu na trave e, no rebote, Sabino não desperdiçou e marcou o segundo do Coxa, empatando a partida. Cinco minutos depois, os visitantes quase viraram o placar com Rodrigão que, da direita, chutou e balançou a rede pelo lado de fora.

A partida seguiu movimentada e com boas chances para ambas as equipes, com o Coritiba, mais uma vez, mostrando perigo aos 28’. Ao receber de Nathan pela direita, Giovanni chutou forte para o gol, mas a bola desviou pelo caminho. O Operário ainda tentou uma jogada ensaiada nos acréscimos, aos 47’, mas Índio mandou por cima do gol e, desta forma, encerrou a partida.