Preso por espancar mulher no Rio tem prisão preventiva decretada

O juiz Alex Quaresma Ravache converteu em preventiva a prisão em flagrante de Vinicius Batista Serra, acusado de agredir a empresária Elaine Perez Caparroz. O magistrado tomou a decisão nesta segunda-feira, 18, em sessão na Central de Audiência de Custódia (Ceac) do Tribunal de Justiça do Rio. Ravache também determinou o encaminhamento de Serra para avaliação psiquiátrica.

Vinícius é acusado de ter espancado Elaine por quatro horas. Ele foi preso em flagrante pelo crime de feminicídio tentado, punido com mais de quatro anos de prisão. O preso e Elaine, depois de se conhecerem pela internet, se encontravam pela primeira vez. Estavam no apartamento dela, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. Vinicius afirmou ter bebido vinho, dormido e, ao acordar, teria "surtado" e agredido a empresária. Ao entrar no prédio, porém, ele declarou na portaria um nome falso.

Na audiência, policiais que prenderam o estudante contaram que encontraram a vítima gravemente ferida. Havia sangue espalhado pelo apartamento. Um segurança do condomínio disse ter acionado a polícia. Também relatou que Vinicius foi detido na portaria do prédio. Tinha as roupas manchadas de sangue.