Carreta com 38 toneladas de madeira é retida com problema no freio

(Foto: PRF) - Carreta com 38 ton de madeira é retida com problema no freio
(Foto: PRF)

Uma suspeita de roubo de veículo levou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a identificar alterações no sistema de freios de uma carreta. O caminhão, carregado com 38 toneladas de madeira, foi apreendido na manhã desta terça-feira (12), no trecho de serra da BR-376em Tijucas do Sul.

A equipe da PRF identificou o isolamento no sistema de freios do último eixo do segundo semirreboque. Além disso, a câmara de freio havia sido retirada e as mangueiras estavam dobradas e amarradas.

A PRF destacou que o isolamento de parte do sistema de freios é uma medida emergencial, que o caminhoneiro poderia adotar de maneira excepcional, até chegar à oficina mais próxima.

(Foto: PRF)(Foto: PRF) 

No entanto, alguns motoristas têm o hábito de continuar com o caminhão alterado em um ou mais eixos durante longos períodos. A situação, porém, pode provocar a falência de todo o sistema.

O veículo foi abordado depois que a empresa de rastreamento acionou a polícia, por não conseguir fazer contato com o motorista. O roubo não foi confirmado e a ausência de contato foi causada por um problema de comunicação do veículo.

Infração

O caminhão ficou retido no posto da PRF e só será liberado mediante regularização do sistema. Conduzir veículo em mau estado de conservação ou com equipamento obrigatório ineficiente é infração de natureza grave. O valor da multa é de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira de habilitação.

Desde dezembro de 2014, fiscalizações realizadas pela PRF e as concessionárias identificaram 1.240 veículos com ao menos uma irregularidade. O número equivale a 25,9% do total de 4.788 caminhões abordados.

Pneus em mau estado de conservação, problemas no sistema de freios, irregularidades relacionadas ao tacógrafo e suspensão alterada estão entre as principais causas dos 2.317 autos de infração emitidos durante as operações.