Mulher morta a tiros pelo marido tinha medida protetiva contra o homem

(Foto: Catve) - Mulher morta a tiros pelo marido tinha medida protetiva contra o homem
(Foto: Catve)

A mulher de 66 anos, morta na manhã desta segunda-feira (18) pelo marido, em Corbélia, tinha uma medida protetiva contra o homem. Elza Formighieri foi morta com quatro tiros depois de ser perseguida pelo companheiro. 

Elizeu Morschheiser, de 74 anos, já tinha sido investigado pela polícia em novembro de 2018 por agressão, ameaça e injúria. Ele não aceitava o fim do relacionamento. "A gente acredita mesmo que ele cometeu o crime por ciúmes", diz o delegado de Corbélia, Fabiano Moza do Nascimento.  

Elza estava pedalando em direção ao trabalho quando foi abordada pelo companheiro. Após uma tentativa de atropelamento, a vítima correu em direção à igreja Matriz, em busca de socorro. Ela foi perseguida e morta no local. Elza e Elizeu tinham dois filhos. 

Colaboração Catve