Receita Federal retém 960 volumes de remessas postais irregulares

(Foto: Ingrid Pacheco/Rede Massa) - Receita Federal retém 960 volumes de remessas postais irregulares
(Foto: Ingrid Pacheco/Rede Massa)

A Delegacia da Receita Federal (DRF) em Ponta Grossa realizou, na segunda-feira (11), operação de repressão ao contrabando e descaminho nas unidades de recepção e nos centros de distribuição de remessas postais da cidade. Os volumes continham diversos tipos de mercadorias e teriam como destino várias regiões do Brasil.

Ao todo foram retidos 452 volumes, somados aos 508 volumes, resultado da operação realizada na semana passada, totalizaram 960 volumes e um montante de 650 mil reais.

Entre as mercadorias retidas estão equipamentos e jogos de videogames, aparelhos e acessórios de celulares, equipamentos de informática, eletrônicos, artigos de pesca, acessórios para narguilé, cigarros eletrônicos e bebidas.

As apreensões foram motivadas pela não comprovação da importação regular pelos remetentes das mercadorias. Seja por falta de nota fiscal ou outro documento comprobatório da sua regularidade. A Receita Federal também identificou situações em que as encomendas estavam acompanhadas de nota fiscal ou declaração de conteúdo que não correspondiam aos objetos postados.

Os objetos ficarão à disposição dos interessados na sede da DRF/Ponta Grossa para eventual comprovação da sua legalidade. Caso os remetentes não comprovem a importação regular em até 30 dias, será aplicada a pena de perdimento dos objetos retidos e encaminhada representação ao Ministério Público Federal (MPF) para apuração penal cabível.

A DRF/Ponta Grossa tem intensificado as operações nas unidades de recepção e nos centros de distribuição de remessas postais do município, em virtude da identificação de um elevado número de mercadorias remetidas irregularmente ou sem os devidos documentos comprobatórios da sua regularidade.

Informações Ingrid Pacheco/Rede Massa